Novo modelo de negócio para o setor elétrico ganha debate na FIESP

SP 19 julho 2017. DEINFRA – Workshop Energia – Novos Modelos de Negócio para o Setor Elétrico. Richard Phillips (VedantaESS Ltda.), Ananda Valei Christensen (CPFL Eficiencia), Amilcar Gonçalves Guerreiro (EPE), moderador José Sidnei Martini, Rodrigo D’elia (AES Tietê) e Nivalde de Castro (Prof. UFRJ). foto: Helcio Nagamine
Tecnologia tende a promover mudanças na geração, distribuição e no consumo de energia

Roseli Lopes, Agência Indusnet Fiesp

Apesar das modernizações feitas pelo setor elétrico nos últimos anos, o avanço da tecnologia para as chamadas redes inteligentes vai exigir cada vez mais do setor a adoção de novos modelos de negócio. O tema foi debatido nesta quarta-feira (19 de julho 2017) durante o workshop Novos modelos de negócio para o setor elétrico, realizado pela Fiesp.

Richard Phillips, gerente da VedantaESS Ltda., defendeu o uso de baterias para o armazenamento de energia como opção de armazenamento de longa duração, seguro e de baixo custo. Destacou a vantagem que o Brasil tem no campo ambiental, mas ressaltou o desafio do país na regulamentação do setor, que passa pela problemática da infraestrutura. Frisou que “aumentar as energias renováveis está entre os grandes desafios a vencer no setor, além do aumento da geração”.

http://www.fiesp.com.br/noticias/novo-modelo-de-negocio-para-o-setor-eletrico-ganha-debate-na-fiesp/